Luís Brum

Um recanto da minha cidade que até há minutos atrás eu desconhecia…

Mais um magnífico trabalho de Luís Brum.

Este mural fica na base da escadaria que liga a rua acima da Matriz da Praia da Vitória à antiga escola primária da cidade onde hoje funciona a empresa municipal Praia Ambiente.

Na minha página pessoal do Facebook, o Gustavo Neves Lima fez um cometário às imagens que publiquei. Em poucas palavras descodifica-nos a mensagem que o trabalho do Luís Brum pretende transmitir:

“Representa a Praia da Vitória e a esperança no futuro. Numa Praia da Vitória meia à deriva, as suas gentes ao darem as mãos podem renovar e recriar a mesma e criar um novo mas diferente porto seguro.”

Arte é isso mesmo. Estética, criação e, acima de tudo, mensagem. Neste caso, uma mensagem positiva. De esperança e de união. Um caminho, uma solução…

Paulo Ávila Sousa

paulo-sousaNão é o teto da Capela Sistina. É, isso sim, um excelente trabalho do Paulo Ávila Sousa no teto do mercado biológico da Praia da Vitória. Para quem ainda não conhece, é um espaço a visitar para apreciar uma refeição saudável, provar o maravilhoso bolo de cenoura e caju e conhecer o trabalho de um artista plástico da ilha Terceira (Açores).
Façam-no antes que seja tarde… o espaço não é grande e, quando todos perceberem que é um daqueles bons a visitar, vai tornar-se pequeno!

Pantónio

Pantónio é o pseudónimo do artista plástico António Correia, um terceirense que por todo o mundo tem espalhado a sua arte através da pintura mural.

O vídeo que apresentamos é de um trabalho realizado num prédio em Paris. Da mesma série de monstros marinhos, aves, coelhos e outras figuras fantásticas faz parte a pintura que ilustra este post qu não está nem em Paris, nem em Kiev, nem em qualquer outra capital europeia. Este monstro marinho pode ser visto aqui bem perto da nossa Venda. No centro da cidade da Praia da Vitória. Na galeria da Re.act que fica na Praça Francisco Ornelas da Câmara.

Não percam a oportunidade de ver este trabalho magnífico que só estará acessível ao público enquanto as paredes do edifício que o alberga estiverem de pé…

A fotografia de destaque foi retirada da página do Facebook do Pantónio: https://www.facebook.com/pantonioo/