à guarda de Santo António

Quantas memórias guardarão estas paredes? Quantas alegrias terão presenciado? Quantas lágrimas terão derramado?
Vítima de um incêndio e de abandono, hoje é uma ruína. Na fachada principal, Santo António continua a olhar o mar da Caldeira das Lajes na esperança de que um dia a vida aqui regresse.
Recuperar espaços como este é desafiante. E nós “pelamo-nos” por um bom desafio!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s